terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Poetas Iranianos


Poema Luso-Iraniano de Joaquim Guerra


NOTA: Todo o conteúdo deste blog é baseado em factos reais sendo que se torna muito difícil distinguir a ficção da realidade. Todas as imagens neste blog são descaradamente roubadas aos seus legítimos proprietários, desculpem lá qualquer coisinha!

8 comentários:

  1. snif...snif... tanto trabalho e ninguém gostou.

    ResponderEliminar
  2. porra!!! esqueci-me!!! é que com o trabalho que me deste a inverter isto para ler bem, passou-se-me o comentar. hahahahaha

    ResponderEliminar
  3. sim, o comentário foi hahahaha porque já me esqueci do que escreveste. lol

    ResponderEliminar
  4. quem acabou de ficar tonto fui eu com a tua algarviada!

    ResponderEliminar

A opinião veiculada nos comentários é a dos seus autores e não do Tertúlia Cor-de-Burro-a-Fugir.
Será responsabilizado o autor de qualquer comentário susceptível de lezar o bom nome, a honra ou a imagem de pessoas ou instituições, bem como o autor de qualquer comentário injurioso, ofensivo ou contrário às leis portuguesas... (Por outras palavras, vamos ter o direito de vos chamar nomes também!)
Qualquer comentário pode, a qualquer momento, ser rejeitado ou retirado pelo Tertúlia Cor-de-Burro-a-Fugir, sem necessidade de justificação... E mais nada!