segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Reclamar!?




Reclamar!?


Tava eu muito bem, no meu passatempo diário partilhado das 16.30, na puta da minha melancolia quando alguem me dispara com um:

- Olha o homem que reclama muito.

Mas que caralho!? Eu fiquei genuinamente preocupado pois eu, normalmente, estou calado e quando abro a puta da bucarra, normalmente, é para falar bosta, brincadeira, nada de especial. Agora, com esta afirmação, fiquei preocupado com a minha integridade mental. Será que eu falo mais nestes shindigs e não me lembro, nem dou por isso? Será que eu penso que tou a dizer uma piadinha mas afinal tou a dizer algo do estilo:
- Filha da puta deste shindig que não vale um cu cheio de pentelhos com merda! Tipo aquela doença rara e manhosa de dizer palavrões. Tourette??? Não sei, mas a minha preocupação é real e tenho de procurar ajuda psicológica... Ou talvez umas drogas. Ya! Drogas... Sinto-me triste e ao mesmo tempo fodido! Assim como assim, METAM-SE NA PUTA DA VOSSA VIDA CARALHO, XOXA, MERDA, FODASSE, MICHO PODRE!

NOTA: Todo o conteúdo deste blog é baseado em factos reais sendo que se torna muito difícil distinguir a ficção da realidade. Todas as imagens neste blog são descaradamente roubadas aos seus legítimos proprietários. - Desculpem lá qualquer coisinha! - Se querem deixar o vosso desagrado façam-no aqui ou em: Tertulia Cor-de-Burro-a-Fugir no Cara Livro

Sem comentários:

Enviar um comentário

A opinião veiculada nos comentários é a dos seus autores e não do Tertúlia Cor-de-Burro-a-Fugir.
Será responsabilizado o autor de qualquer comentário susceptível de lezar o bom nome, a honra ou a imagem de pessoas ou instituições, bem como o autor de qualquer comentário injurioso, ofensivo ou contrário às leis portuguesas... (Por outras palavras, vamos ter o direito de vos chamar nomes também!)
Qualquer comentário pode, a qualquer momento, ser rejeitado ou retirado pelo Tertúlia Cor-de-Burro-a-Fugir, sem necessidade de justificação... E mais nada!